fechar busca

Projetada por Wilkinson Eyre, o projeto venceu o concurso para a remodelação da estação de Stratford sobre o novo Jubilee Line Extension (prolongamento da Jubilee line) em 1994. O desafio foi desenvolver a arquitetura funcional, mas também maravilhosa, no coração do domínio público, criando uma identidade marcante para a nova linha.

A forma do edifício é um telhado curvo, que salta de um nível superior, e sobe ao encontro de uma alta parede de vidro orientada em direção ao centro da cidade e aos trilhos de trem que se aproximam. Esta forma moldada cria um espaço único grande que unifica os elementos díspares e identidades dos vários serviços de trem que utiliza a estação. Ele também permite ventilação captada por energia solar no espaço principal, através de um vácuo no telhado por onde o ar é puxado pelo efeito de chaminé criado quando o sol aquece a camada exterior. O edifício será o principal ponto de chegada para os visitantes para as Olimpíadas de Londres 2012.

Uso

transporte

Cidade

Londres

Arquiteto

Wilkinson Eyre

Fotógrafo