fechar busca

O prédio comercial fica localizado em Halensee, Berlim. Posui cerca de 13.800 m². O projeto de Léon Wohlhage Wernik Architekten, foi o vencedor de uma competição realizada em 1990, na qual se tinha um pequeno terreno considerado um pedaço perdido, consequência da construção das estradas à sua volta, que deveria ser aproveitado.

Um ponto crucial a ser resolvido na solução do projeto, era o de como melhor aproveitar o pequeno terreno, se atentando a questão do barulho vindo de fora, por conta do tráfego.

Para que fosse aprovado, o projeto deveria levar em consideração a opinião dos clientes, mais a opinião da vizinhança, havendo algum tipo de compensação para ambos. O resultado final foi um acordo, no qual fora comprometido o uso do terreno de forma econômica, criando também ambientes de uso público.

A construção possui um isolamento acústico que beneficia o prédio vizinho, um pequeno parque de uso público, vagas na garagem para uso das residências vizinhas e uma forma propositalmente mais estreita, não interferindo a visão para o lago.

Para evitar a entrada de barulho externo, proveniete dos automóveis que circulam o dia todo do lado de fora, e também a fumaça que vem dos mesmos, a fachada do prédio é dupla, tendo 85cm de espaçamento entre as duas camadas. A camada externa serve para isolar o ambiente interno destes elementos indesejados, ao mesmo tempo que não permite a entrada de calor e raios solares excessivos. Na camada interna ficam as janelas, que podem ser abertas sem que a proteção da externa seja afetada. Com este sistema, não há necessidade de vidros ou películas que barrem o sol.

Quando a temperatura externa cai, cria-se uma espécie de aquecedor no espaço criado entre as duas camadas, onde os raios solares e o calor gerado por eles é isolado.

Uso

misto

Cidade

Berlim

Arquiteto

Léon Wohlhage Wernik Architekten

Fotógrafo