fechar busca

O Helicon, localizado na Finsbury Pavement, é considerada uma das primeiras construções sustentáveis de Londres.

As faces leste, oeste e sul são compostas de vidro, que permitem a entrada de luz natural ao mesmo tempo em que dá um aspecto mais luxuoso à construção, já a face norte é feita de “rainscreen”, placa metálica revestida com pó de alumínio.

Há também um átrio que conta com 6 andares em tamanhos decrescentes, possibilitando a entrada de luz em todos eles. Algumas árvores foram plantadas no local para complementar o ambiente.

Sua fachada possui duas camadas de vidro internas e uma terceira externa, distanciada 900mm das outras, formando assim um lanternim de 450mm de largura e 3m de comprimento, feito de metal perfurado que reflete os raios solares, auxiliando no controle de temperatura, que quando excedente 28ºC, por conta de um sensor, abre sua cavidade superior. Durante o período do inverno, esta permanece fechada, para que a temperatura seja mantida.

O prédio possui um sistema de captação de água e uma base e suplemento de ar, que auxiliam no controle de temperatura e ventilação.

Para evitar que a água captada condense, há um mecanismo que prevê o fenômeno logo no início, desligando automaticamente uma válvula que controla a temperatura da água, aumentando-a e evitando a condensação.

Uso

comercial

Cidade

Londres

Arquiteto

Sheppard Robson

Fotógrafo