fechar busca

O hospital original foi fundado em 1869 (como “Evelina Hospital for Sick Children”) pelo Barão Ferdinand de Rothschild, em homenagem à sua esposa, Evelina, e seu filho, que haviam falecido em parto prematuro. O projeto atual foi inaugurado em 31 de Outubro de 2005 em um novo prédio ao lado do Hospital St. Thomas.

Ele representa uma nova abordagem para a concepção de saúde – uma unidade especializada, com 140 camas para crianças no próprio St. Thomas.

O Hospital de Londres em South BanK, rompe com o esquema típico de longos corredores e enfermarias tradicionais, foi planejada uma simples seção de duas longas quadras de comprimento, paralelas com um pátio central, atingindo juntos a altura total do edifício.

Os três níveis mais baixos do edificio comportam a Unidade de Cuidados Intensivos, três salas de cirurgia, equipamentos de imagem e os serviços de ambulatório. Os três andares de cima têm vista para um espaçoso jardim de inverno, coberto por um grande telhado de vidro curvo.

O jardim de inverno é o coração do edifício, chamado “the Beach”. Tem um apelo sustentável por proporcionar iluminação natural, atua como coletor solar no inverno e é naturalmente ventilado por efeito chaminé no verão. Transmite leveza e alegria pra quem o frequenta; com vista para o jardim do Palácio Lambeth, é grande o suficiente para um café e salas de espera, com espaço para brinquedos, aulas, exposições e apresentações informais.

Todo o edifício, partições e serviços são flexíveis, permitindo que seja adaptável no futuro.

Este é um dos poucos hospitais no mundo a ser construído não em torno de perspectiva do médico, mas em torno do paciente.

O prédio ganhou o Prêmio Structural Awards para Estruturas na categoria da Educação ou Saúde em 2006.

Uso

saúde

Cidade

Londres

Arquiteto

Hopkins Architects

Fotógrafo