fechar busca

A história existente entre o arquiteto Oscar Niemeyer e a capital mineira é tão profunda e extensa, que entre tantos dos diversos edifícios que ele ergueu em Belo Horizonte, um deles foi batizado com seu sobrenome.

O famoso *Edifício Niemeyer*, construído 10 anos depois de projetar o Conjunto Arquitetônico da Pampulha, está localizado em uma das áreas mais nobres da cidade: a Praça Liberdade, colocando-o como uma das principais atrações do chamado _Circuito Praça da Liberdade_. Este circuito engloba todos os prédios situados ao redor dessa grande praça, dos quais o Niemeyer é o mais alto e o único residencial.

Projetado em 1954 e erguido um ano depois, este símbolo da arquitetura modernista marca história e presença com suas formas arredondadas e sua altura que faz contraponto aos outros estilos arquitetônicos presentes na praça, como o próprio Palácio da Liberdade (sede do governo de Minas Gerais), os prédios das secretarias estaduais e o museu de Mineralogia Professor Djalma Guimarães, todos do outro lado da praça.

Apesar de parecer bem alto, o prédio tem apenas 12 andares, construídos harmonicamente graças à plasticidade do concreto armado que possibilitou o uso das formas arredondadas, estrutura que tem, como vedações, panos de alvenaria revestidos de azulejos e esquadrias metálicas com vidro.

O estilo já havia sido utilizado no conjunto arquitetônico da Pampulha, notadamente na marquise da Casa do Baile.

Uso

arquitetura

Cidade

Belo Horizonte

Arquiteto

Oscar Niemeyer

Fotógrafo

Raul Di Pace