fechar busca

Inaugurada em 1943, a *Casa do Baile* foi projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer junto de Burle Marx que concebeu os jardins que integram seu a redor. A construção que é referência da arquitetura moderna brasileira, faz parte do Conjunto Arquitetônico da Pampulha, em Belo Horizonte, também projetado por Oscar Niemeyer sob encomenda de Juscelino Kubitschek.

Segundo o site da prefeitura de Belo Horizonte, Niemeyer teria afirmado ter sido o projeto com o qual ele se ocupou das curvas (sua marca registrada) com mais desenvoltura. Sendo a planta “desenvolvida a partir de duas circunferências que se tangenciam internamente. Delas desprende-se uma marquise sinuosa, bem ao gosto barroco, que provoca o olhar e dialoga com as curvas das margens da represa.”

A construção que encanta visitantes todos os anos, abrigava restaurante, cozinha e banheiros, um espaço para divertir e relaxar as pessoas, seguindo a finalidade que ela foi proposta desde o papel.

Em 1946, a casa tem suas portas fechadas, resultado da proibição do jogo no Brasil. Ao longos dos anos, ela foi utilizada para diversos fins comerciais e em 2002, após sua restauração que teve o próprio Niemeyer coordenando as obras, ela foi reaberta e funciona até hoje como um Centro de Referência da Arquitetura, Urbanismo e Design.
*Mais*
Casa do Baile
Av. Otacílio Negrão de Lima, 751 – Pampulha – Belo Horizonte/MG

Uso

arquitetura

Cidade

Belo Horizonte

Arquiteto

Oscar Niemeyer

Fotógrafo

Raul Di Pace